UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ

 

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 005/2009

 

A Professora Doutora Maria Lucila Junqueira Barbosa, Reitora da Universidade de Taubaté, no uso da sua competência legal, estatutária e regimental e cumprindo o disposto no Processo R-Nº 053/2009, Torna Pública a abertura das inscrições para o Concurso Público de provas para o provimento, em caráter efetivo e sob o regime jurídico estatutário, de cargos constantes da Lei Complementar Nº 84/2000 e relacionados no item I deste Edital, ficando, sob a responsabilidade da Empresa de Pesquisa, Tecnologia e Serviços da Universidade de Taubaté - EPTS, a inscrição, a elaboração, a aplicação e a correção das provas, e a organização da classificação final dos candidatos, com os desempates já procedidos, quando for o caso.

 

I-  DA CLASSE DE CARGO, DO NÚMERO DE VAGAS, DA TAXA DE INSCRIÇÃO, DO VENCIMENTO E DA ESCOLARIDADE / REQUISITO.

 

Cod.

Classe de Cargo

Vagas

Taxa de Inscrição

Vencimentos

Escolaridade/Requisito

01

Arquivista

01

R$35,00

R$731,66

Ensino Médio Completo

02

Técnico em Manutenção de Equipamento de Informática

03

R$65,00

R$1.313,96

Ensino Médio Completo + 02 anos de experiência

03

Técnico em Manutenção Eletromecânica e Refrigeração

01

R$45,00

R$889,33

Ensino Fundamental Completo + 02 anos de experiência

 

OBSERVAÇÃO:

Conforme dispõe o § 2º do Art. 82 da Lei Complementar nº 001/90, cinco por cento das vagas deveriam ser reservados para portadores de deficiência. Entretanto, como nas classes de cargos colocadas em concurso este percentual não corresponde ao mínimo de uma vaga, estes candidatos, se houver, concorrerão com os demais em uma única classificação final.

 

II- DAS INSCRIÇÕES

1. O ato de inscrição pressupõe, por parte do candidato, o conhecimento pleno e a aceitação tácita de todos os termos do presente Edital e das demais instruções complementares que forem publicadas ou divulgadas via internet.

2. As inscrições serão feitas somente via internet, no site: www.epts.com.br, no período das 8h do dia 13 de agosto às 20h do dia 23 de agosto de 2009, observando o horário oficial de Brasília.

3. O pagamento da taxa de inscrição será realizado pelo boleto bancário impresso, gerado no ato da inscrição, e não serão aceitos pagamentos de inscrição por meio de transferência ou depósitos bancários.

3.1. A inscrição somente será efetivada após o pagamento da taxa, nas casas lotéricas ou em qualquer agência bancária, durante os horários de funcionamento normal destes estabelecimentos.

3.2. A data limite para o pagamento das inscrições será até o dia 24 de agosto de 2009.

3.3. No caso de pagamento da taxa de inscrição com cheque, será considerada sem efeito a inscrição, se o cheque, por qualquer motivo, for devolvido.

3.4. Antes de efetuar o recolhimento da taxa, o candidato deverá certificar-se de que possui todas as condições e pré-requisitos para concorrer às vagas disponíveis. Em nenhuma hipótese haverá devolução da taxa de inscrição, seja qual for o motivo alegado pelo candidato.

3.4.1. A devolução da importância paga somente ocorrerá se o Concurso Público não se realizar ou se for anulado por decisão judicial.

3.4.2. Na eventualidade de cancelamento do certame, pelos motivos referidos no item 3.4.1. a UNITAU e EPTS não serão responsabilizadas por eventuais prejuízos causados aos candidatos.

4. A Comissão Especial não se responsabilizará por solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como de outros fatores que impossibilitem a transferência de dados ou a impressão do boleto.

4.1. A não integralização dos procedimentos de inscrição implica a sua insubsistência.

5. Os eventuais erros de digitação: nome, número do documento de identidade, sexo, data de nascimento, escolaridade e números de filhos menores de dezoito anos, deverão ser corrigidos somente no dia da prova teórica, na folha de rosto do caderno de questão.

5.1. O candidato que não solicitar as correções dos dados pessoais nos termos do item 5., deverá arcar com as conseqüências advindas de sua omissão.

6. O candidato deverá verificar a confirmação de sua inscrição no site www.epts.com.br

7. Todas as informações prestadas ou omitidas na ficha de inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, reservando-se à Universidade de Taubaté o direito de anular a inscrição, bem como todos os atos decorrentes, se o candidato digitar este documento oficial de forma incompleta, incorreta ou inelegível e/ou fornecer dados comprovadamente inverídicos ou falsos, ainda que esses fatos sejam verificados posteriormente, em qualquer fase do concurso, ou após a nomeação, posse ou exercício.

8. O candidato responde administrativa, civil e criminalmente pelas informações prestadas na sua Ficha de Inscrição.

9. Para efetivar sua inscrição, é imprescindível que o candidato possua número de cadastro de Pessoa Física (CPF) regularizado.

9.1. O candidato que não possuir o CPF deverá solicitá-lo nos postos credenciados: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios ou Receita Federal, em tempo de conseguir o registro e o respectivo número, antes do término do período de inscrição.

9.2. Terá sua inscrição cancelada e será automaticamente excluído do Concurso Público o candidato que utilizar o CPF de outra pessoa.

10. A EPTS divulgará a relação das inscrições indeferidas no dia 28 de agosto de 2009, no site: www.epts.com.br

11. O candidato, ao se inscrever, fica ciente, sob as penas da lei, que, quando da sua convocação para a posse, deverá satisfazer os seguintes requisitos, que serão comprovados mediante documentos:

11.1. ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português a quem foi conferida a igualdade, nas condições previstas na Constituição Federal;

11.2. ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;

11.3. ser eleitor e estar quite com a Justiça Eleitoral;

11.4. possuir a escolaridade e requisito indicados no item I deste Edital;

11.5. haver cumprido as obrigações com o Serviço Militar, se do sexo masculino;

11.6. não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidades por prática de atos desabonadores;

11.7. não registrar antecedentes criminais, encontrando-se em pleno exercício de seus direitos civis e políticos;

11.8. gozar de boa saúde e de boa aptidão física, mental e funcional necessárias ao desempenho da função do cargo, comprovadas em exame médico realizado pelo Serviço de Engenharia de Segurança e Medicina Ocupacional da Universidade – Sesmo.

12. Inscrição de portador de deficiência:

12.1. além dos documentos acima exigidos, estes candidatos deverão apresentar laudo médico circunstanciado, especificando o tipo e o grau ou nível da deficiência, incluindo as limitações profissionais para o exercício das funções do cargo objeto da sua inscrição.

12.2. O candidato portador de deficiência deverá declarar no campo específico da Ficha de Inscrição o tipo e o grau ou nível da sua deficiência, incluindo o Código da Classificação Internacional da Doença – CID, para que lhe sejam oferecidas, quando necessárias, as condições especiais para a realização da prova.

12.3. A solicitação de condições especiais será atendida obedecendo critérios de viabilidade e de razoabilidade.

12.4. O candidato participará do concurso em igualdade de condições com os demais, no que se refere ao conteúdo, aos critérios de avaliação, à data, ao horário e local de realização da prova, à classificação final, e, ainda, aos demais critérios fixados neste Edital.

 

III- DA PROVA E SUA REALIZAÇÃO

1. O concurso será constituído de uma prova teórica (escrita e objetiva) e de uma prova prática, para a classe de cargo de Técnico em Manutenção de Equipamento de Informática, e de uma única prova, teórica (escrita e objetiva), para as demais, todas de caráter eliminatório.

2. A prova teórica constará de 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha (testes), com quatro alternativas (A a D), e apenas uma resposta correta, valendo um ponto cada questão, conforme segue:

 

 

Cargos/nº de Questões

Arquivista

Padrão M/10

Téc. Manut. Equip. de Informática

Padrão M/22

Téc. Manut. Eletromecânica e Refrigeração

Padrão M/14

Conteúdo

Língua Portuguesa

20

20

20

Matemática

10

-

-

Conhecimentos de Informática

10

-

-

Conhecimentos Específicos

10

30

30

 

3. A descrição do Conteúdo Programático das provas encontra-se no Anexo Único deste Edital.

4. A prova teórica terá a duração de 03 (três) horas e será realizada no dia 13 de setembro de 2009 (domingo), com o fechamento do portão, impreterivelmente, às 09 (nove) horas. O local da prova teórica será no Departamento de Ciências Sociais e Letras, na Rua Visconde do Rio Branco, 22 – Centro - Taubaté-SP.

5. O horário de início da prova será definido em cada sala, após os devidos esclarecimentos sobre sua aplicação.

6. Não serão dadas, por telefone, informações a respeito de datas, locais e horários de realização das provas.

7. O candidato não poderá alegar desconhecimento do local de realização das provas como justificativa de sua ausência. O não comparecimento às provas, qualquer que seja o motivo, será considerado como desistência do candidato e resultará em sua eliminação do concurso.

8. Para as provas, o candidato deverá comparecer munido de caneta esferográfica transparente azul ou preta.

9. O candidato deverá comparecer no local designado para as provas com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos, munido de comprovante de pagamento da taxa de inscrição e documento original de identificação, com foto: Cédula de Identidade (RG), ou Carteira de Órgão ou Conselho de Classe, ou Carteira de Habilitação, ou Passaporte, todos dentro do prazo de validade.

10. Não serão aceitos protocolo ou cópias dos documentos discriminados no item III-9, ainda que autenticadas, ou quaisquer outros documentos diferentes dos anteriormente definidos, inclusive carteira funcional de ordem pública ou privada.

11. As instruções dadas pelos fiscais, assim como as contidas nas provas, deverão ser respeitadas pelos candidatos.

12. Será eliminado do concurso o candidato que, durante a realização das provas, for surpreendido comunicando-se com outro candidato ou com terceiros, verbalmente, por escrito ou por qualquer outro meio de comunicação.

13. O candidato poderá ausentar-se do local de aplicação da prova teórica somente depois de transcorrida uma hora e meia após o seu início. Será eliminado do Concurso Público o candidato que se ausentar da sala, sem acompanhamento do fiscal, ou antes de transcorrido esse intervalo de tempo.

14. A folha de respostas será identificada, em campo específico, pelo próprio candidato, com a sua assinatura. Assim, estas folhas não poderão ser substituídas em hipótese alguma.

15. Os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente na Folha de Resposta serão de inteira responsabilidade do candidato.

16. Na lista de presença da prova teórica constarão à assinatura e a identificação datiloscópica do candidato.

17. O candidato será responsável pela marcação das respostas na respectiva folha de respostas, de acordo com as instruções constantes, uma vez que as assinaladas levemente poderão não ser computadas pela leitura ótica. Não serão consideradas as questões não respondidas e as que contenham mais de uma resposta, mesmo que uma delas esteja correta, bem como as emendas e/ou rasuras, ainda que legíveis.

18. Após o término do prazo previsto para a duração da prova, não será concedido tempo adicional para o candidato continuar respondendo questões ou as transcrevendo para a Folha de Resposta.

19. Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala de prova e somente poderão sair do recinto, após a aposição na lista de presença de suas respectivas assinaturas.

20. Ao terminar a prova, o candidato entregará ao fiscal de sala somente a Folha de Resposta.

21. Não haverá, em hipótese alguma, prorrogação do tempo previsto para a realização das provas.

22. Não haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado para justificar o atraso ou a ausência do candidato, nem aplicação das provas fora do local, data e horário preestabelecidos.

23. Não haverá, em hipótese alguma, revisão e/ou vista de prova.

24. Será eliminado do Concurso Público o candidato que não devolver integralmente o material recebido.

25. A relação dos candidatos aprovados e não aprovados na prova teórica e a data, horário e local da prova prática serão divulgados no site da EPTS – www.epts.com.br e publicados no Jornal Diário de Taubaté, no dia 22 de setembro de 2009.

26. Os pontos relativos às questões eventualmente anuladas pela Comissão serão atribuídos a todos os candidatos.

27. A correção da prova teórica será feita única e exclusivamente pela folha de respostas, por meio de leitura ótica.

28. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas, além de solicitar atendimento especial para tal fim, deverá levar acompanhante, que ficará em local reservado, e será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar acompanhante não realizará as provas.

28.1. No momento da amamentação, a candidata deverá ser acompanhada por um fiscal.

28.2. Não haverá compensação do tempo de amamentação à duração da prova da candidata.

 

IV- DA APROVAÇÃO, DOS CRITÉRIOS PARA O DESEMPATE E DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

1. Cada questão da prova teórica terá o valor de um ponto, no total de 50 (cinquenta) pontos.

2. A prova prática valerá 50 (cinqüenta) pontos.

3. Será considerado aprovado o candidato que obtiver 50% (cinqüenta por cento) ou mais de pontos do total de cada uma das provas.

4. A pontuação final do candidato ao cargo de Técnico de Manutenção de Equipamento de Informática será obtida pelo somatório dos pontos das provas teórica e prática.

5. Em caso de empate na pontuação final, o desempate será feito de acordo com os critérios que seguem, nesta ordem:

5.1. maior idade, entre os candidatos com idade igual ou superior a sessenta anos;

5.2. maior nível de escolaridade;

5.3. maior número de filhos menores de dezoito anos;

5.4. maior idade.

6. A classificação final será elaborada observando-se tão somente a ordem decrescente da pontuação final dos candidatos, com os desempates já procedidos, quando for o caso.

 

V- DOS RECURSOS

1. O candidato poderá interpor recurso junto à Comissão Especial do Concurso, dentro do prazo de dois dias úteis, contados a partir do dia da ocorrência do evento, divulgação ou publicação.

2. Os recursos interpostos em desacordo com o estabelecido no item V-1 serão indeferidos, sem análise de mérito.

3. Os recursos deverão ser dirigidos à Comissão Especial do Concurso, e entregues das 8h às 12h e das 14h às 17h, na Reitoria da Universidade, na Rua 4 de Março, 432.

4. O recurso deverá estar devidamente fundamentado, assinado, mediante requerimento específico que estará disponível no site: www.epts.com.br

5. O recurso deverá ser individual e o questionamento, de preferência, digitado ou datilografado.

6. Os recursos interpostos em desacordo com o estabelecido nos itens 4. e 5. serão indeferidos, sem análise de mérito.

7. O candidato deverá ser claro, consistente e objetivo em seu pleito. Recurso inconsistente ou intempestivo será liminarmente indeferido.

8. A Comissão Especial do Concurso constitui última instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais.

9. Admitir-se-á um único recurso por candidato, para cada evento específico.

10.  Não serão aceitos recursos por fac-símile, telex, telegrama, internet, ou outro meio que não seja o estabelecido no item 3.

 

 

VI- DO PRAZO DE VALIDADE DO CONCURSO

O Concurso Público terá validade de dois anos, a contar da data da publicação de sua homologação pelo Conselho de Administração, no Jornal Diário de Taubaté, prorrogável por igual prazo, a critério da Administração Superior, alcançando outros cargos vagos, os que vagarem ou os que forem criados no decorrer do prazo de validade, conforme as necessidades futuras e disponibilidade financeira da Instituição.

 

VII- DA JORNADA DE TRABALHO

A jornada semanal é de quarenta horas, de segunda-feira a sábado, em dois períodos diários (manhã/tarde, ou manhã/noite, ou tarde/noite, de acordo com a necessidade do trabalho da unidade de lotação do servidor).

 

VIII- DA HOMOLOGAÇÃO

1. O Concurso será homologado pelo Conselho de Administração da Universidade de Taubaté, com publicação no Jornal Diário de Taubaté.

2. A relação dos candidatos aprovados, com indicação dos nomes, RG, nota final e classificação, devidamente homologada, e dos reprovados, com indicação apenas do RG, será publicada no mesmo jornal e divulgada pela internet, no site www.unitau.br/concursos.

3. A critério da Administração da UNITAU, poderá ser fornecido, aos candidatos aprovados e classificados, Certificado de Aprovação, a ser retirado, oportunamente, na Diretoria de Recursos Humanos da Pró-reitoria de Administração.

 

IX- DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

1. Será sumariamente excluído do concurso o candidato que cometer qualquer ato de improbidade durante a prova.

2. Para agilizar o seu encaminhamento à sala, o candidato deverá comparecer ao local da prova teórica trinta minutos antes do seu início, não sendo admitida, em hipótese alguma, a entrada atrasada, mesmo que as questões não tenham sido ainda distribuídas aos presentes.

3. Os candidatos aprovados e classificados dentro do número de vagas serão convocados para nomeação, obedecida, rigorosamente, a ordem de classificação final.

4. O candidato, antes da sua nomeação, será submetido ao Exame Médico Pré-admissional, última etapa do concurso, e de caráter eliminatório, considerando as suas condições físicas e de saúde, necessárias ao bom desempenho das atividades inerentes à função do cargo. A sua convocação, com data, horário e local de comparecimento, será feita utilizando-se o mesmo endereço constante da Ficha de Inscrição. Por esta razão, qualquer alteração do endereço e/ou telefone deverá ser comunicada, com urgência, à Diretoria de Recursos Humanos da Pró-reitoria de Administração, durante todo o prazo de validade do concurso. O não comparecimento ou a desistência formalizada implicará exclusão da classificação.

5. Os candidatos que não comparecerem no prazo estipulado, quando convocados para a nomeação, ou dela tenham declinado, terão esgotados seus direitos no presente Concurso.

6. O portador de deficiência aprovado, quando convocado para nomeação, será submetido a perícia médica para verificação da compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do cargo.

6.1. A perícia será realizada por especialista na área da deficiência do candidato, pertencente à Unitau ou à Fust;

6.2. Quando a perícia médica concluir pela inaptidão, por requerimento do candidato será realizada nova perícia, com a participação de profissional indicado pelo interessado, caso queira.

6.3. Não caberá recurso da decisão proferida pela junta médica de que trata o subitem 6.2.

6.4. O candidato com deficiência, que for nomeado, não poderá invocá-la para pleitear, no futuro, a sua readaptação ou aposentadoria por doença ou invalidez.

7. Durante as provas não serão permitidos o porte de armas, de aparelhos sonoros ou fonográficos, bonés, óculos escuros, consultas bibliográficas de qualquer espécie, comunicação entre os candidatos, nem a utilização de calculadora, agenda eletrônica ou similar, telefone celular, “bips”, “ipod” ou qualquer material que não seja o estritamente necessário para a realização da prova.

8. Será admitido recurso à Comissão Especial do Concurso dentro do prazo de dois dias úteis, contados a partir da publicação/divulgação do indeferimento da inscrição, do resultado da prova ou da classificação final.

9. Informações sobre o concurso poderão ser obtidas no site www.epts.com.br.

10. A Comissão Especial não autoriza a comercialização de apostilas e não se responsabiliza pelo seu conteúdo.

11. Qualquer regra prevista neste Edital poderá ser alterada, atualizada ou sofrer acréscimos, enquanto não consumada a providência ou evento pertinente, ou até dois dias anteriores à data da realização da prova, circunstância esta que será mencionada em Edital ou aviso a ser publicado.

12. À Universidade de Taubaté é facultada a anulação parcial ou total do Concurso antes de ser homologado, se constatada irregularidade substancial insanável.

13. Decorridos 120 (cento e vinte) dias da homologação deste Concurso Público e não se caracterizando óbice administrativo ou legal, é facultada a incineração das provas e demais registros escritos, mantendo-se, entretanto, pelo período de validade do Concurso, os registros eletrônicos a ele referentes.

14. Todas as informações publicadas posteriormente a este Edital passarão a integrá-lo, para todos os efeitos legais e administrativos.

15. O Anexo Único sobre o Conteúdo Programático do concurso integra este Edital para todos os efeitos e direitos.

16. As dúvidas surgidas e os casos não previstos neste Edital serão, respectivamente, esclarecidas e resolvidos pela Comissão Especial de Concurso, constituída pela Portaria R-Nº 334/2009.

 

Taubaté, 06 de agosto de 2009.

 

 

 

PROFª DRª MARIA LUCILA JUNQUEIRA BARBOSA

- REITORA -

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

           

 

 

 

 

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO

EDITAL R-Nº 005/2009

 

ANEXO ÚNICO

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

 

I- CONTEÚDOS GERAIS:

 

1 - Língua Portuguesa:

 

a) Ensino Fundamental Completo

 

1. Leitura e interpretação de textos.

2. Encontros vocálicos: ditongo, tritongo e hiato.

3. Dígrafos.

4. Acentuação das proparoxítonas, paroxítonas e oxítonas.

5. Classificação das palavras quanto ao número de sílabas e quanto à posição do acento tônico.

6. Sinais de pontuação.

7. Classes de palavras: verbo, substantivo, artigo, pronome, preposição, conjunção, adjetivo, advérbio, interjeição e numeral.

8. Locuções adjetivas, adverbiais, verbais e conjuntivas.

9. Concordância nominal e verbal.

10. Uso do sinal indicador da crase.

 

b) Ensino Médio

 

1. Leitura e interpretação de textos.

2. Ortografia e acentuação.

3. Classes de palavras.

4. Flexão das palavras.

5. Emprego dos sinais de pontuação.

6. Regência nominal e verbal.

7. Crase.

8. Concordância nominal e verbal.

9. Colocação dos pronomes oblíquos átonos.

 

2 - Matemática:

 

a) Ensino Médio

 

1. Conjuntos numéricos.

2. Conjuntos numéricos, operações com intervalos reais.

3. Funções: definição, domínio, imagem, contradomínio, paridade, injeção e sobrejeção, função inversa, função afim, função linear, função quadrática, função modular e função composta.

4. Funções exponenciais: gráficos, domínio, imagem e características da função exponencial, equações e inequações exponenciais.

5. Funções logarítmicas: noções fundamentais de funções logarítmicas, definições de logaritmo, propriedades operatórias, gráficos, domínio, imagem e características da função logarítmica, e equações e inequações logarítmicas.

6. Trigonometria: trigonometria no triângulo (retângulo e quaisquer), círculo trigonométrico, razões trigonométricas, redução ao 1º quadrante, funções trigonométricas, transformações, identidades, equações e inequações trigonométricas, as inversas das funções trigonométricas.

7. Contagem e análise combinatória: fatorial, introdução à análise combinatória, arranjos simples, combinações e permutações simples.

8. Matrizes, determinantes e sistemas lineares: matrizes, operações com matrizes, matriz inversa, determinante de uma matriz, propriedades dos determinantes, sistemas de equações lineares.

9. Introdução à geometria espacial: geometria espacial de posição, posições relativas de duas retas, posições relativas de dois planos, posições relativas entre reta e plano, perpendicularismo de dois planos, projeção ortogonal, ângulo no espaço e poliedros.

10. Seqüências: seqüências, progressões aritméticas (P.A.), progressões geométricas (P.G.).

11. Prismas, cilindros, pirâmides, cones e esferas: elementos, áreas, volumes, secções e troncos.

12. Noções de estatística, distribuição de freqüência com dados agrupados, representação e interpretação de gráficos de distribuição de freqüência, histograma e gráfico de setores, médias, mediana e desvio padrão.

13. Noções de lógica, proposições simples e composta, operações lógicas com sentenças abertas.

 

II - CONTEÚDOS ESPECÍFICOS:

 

1 - Arquivista:

 

a) Noções de Informática:

 

1. Conhecimento básico de redes de computadores.

2. Conhecimento em Windows 95 e versão superior.

3. Conhecimento em MS Office 97 e versão superior.

4. Conceitos básicos hardware de microcomputadores.

 

b) Conhecimentos Específicos:

 

1. Arquivo: conceito, utilidade e conservação.

2. Organização de Arquivos.

3. Institucionalização do sistema de arquivos. Instrumentos de pesquisa.

4. Técnicas de arquivamento: classificação e codificação.

5. Métodos de arquivamento: vantagens e desvantagens, instruções e regulamento.

6. Registro das informações na área de informática.

7. Microfilmagem.

 

2 - Técnico em Manutenção Eletromecânica e Refrigeração

 

Conhecimentos Específicos:

 

1. Conceitos fundamentais: pressão, temperatura, massa específica, calor específico, condutividade térmica, energia térmica e energia mecânica.

2. Ciclo de refrigeração e seus componentes básicos.

3. Principais tipos de condicionadores de ar: de parede ou janela, self-contained, split e chiller/fan-coil. 

4. Características e aplicações dos fluídos refrigerantes: propriedades e sistemas de carga e de descarga.

5. Serviços de instalação: acessórios, tubulações, solda e conexões.

6. Princípios de eletricidade, símbolos de um diagrama elétrico e instrumentos de medida.

7. Componentes elétricos, sistemas de controle, sistemas de proteção de compressores e ventiladores.

8. Diagnóstico de defeitos de refrigeradores e de condicionadores de ar.

 

3 - Técnico em Manutenção de Equipamentos de Informática

 

a) Conhecimentos Específicos:

 

1. Conhecimento básico de arquitetura e infraestrutura de rede de computadores.

2. Conhecimento em ambiente Windows 95 e versão superior.

3. Conceitos de hardware e manutenção de computadores padrão IBM/PC, processadores, memória primária, memória secundária, dispositivos de entrada e saída, barramentos, montagem, configuração.

4. Conceitos e noções de lógica digital: sistemas de numeração, notação binária, expressões booleanas, blocos lógicos, registradores, contadores.

5. Noções de sistemas operacionais: características, configuração de máquinas com os sistemas operacionais Windows 95/98/NT/2000/XP e Linux.

6. Noções de redes de comunicação de dados: modelo TCP/IP, topologias de rede, tipos de rede, problemas típicos, configuração e segurança da informação.

7. Análise de circuitos CA: parâmetros de forma de onda, valor médio, valor eficaz, potência, Lei de Ohm.

8. Princípio de funcionamento de transformadores. Noções de funcionamento de circuitos eletrônicos: fontes de tensão e corrente, noções de funcionamento de semicondutores, transistor bipolar, polarização, circuitos simples a transistores, amplificadores, MOSFET, noções de resposta em freqüência de filtros RLC.130.

 

b) Prova Prática:

 

1. Instalação e configuração de hardware de computadores.

2. Montagem de microcomputadores.

3. Identificação de periféricos, dispositivos e interfaces.

4. Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Microsoft e GNU/Linux.

5. Instalação e configuração de rede de computadores. Infraestrutura, hardware de rede e protocolos de comunicação.

6. Instalação de software.

7. Infraestrutura de rede de computadores (normas e padrões).

8. Elementos ativos de rede (Switch, Roteador, HUB).

9. Diagnóstico de problemas de Sistema Operacional.

10. Diagnóstico de problemas em hardware de computadores.

11. Diagnóstico de problemas na infraestrutura de rede.